FALE CONOSCO
+55 11 5105 1500

Containers Marítimo e Aéreo

Sem Fronteiras 315 – De 6 de dezembro de 2004 VOCÊ SABIA?

1. Que há uma grande diferença entre os containers marítimo e aéreo e que eles têm utilizações completamente diferentes, portanto nada têm a ver um com o outro nesses termos, com exceção do próprio nome?

2. Que o container marítimo é uma conveniência de todas as partes envolvidas, transportador, embarcador e destinatário, sendo um equipamento, hoje, absolutamente imprescindível para o comércio exterior e para o transporte?

3. Que com isso se quer dizer que não se consegue transportar mercadoria solta (bulk/breakbulk) sem esse equipamento e que sem ele o navio de nada vale?

4. Que isso é porque o navio não tem porões, mas bays (baias), rows (colunas) e tiers (camadas) que formam o slot, que é uma posição para a acomodação do container?

5. Que o container aéreo, ao contrário, é uma conveniência do transportador e que é normal o embarcador e o consignatário nem mesmo saberem que sua carga está sendo transportada nesse equipamento?

6. Que isso é para que o embarque ou desembarque transcorra rapidamente, sem perda de tempo, que a aeronave não pode ficar muito tempo em solo, em especial operando carga, e que tudo precisa ser feito rapidamente?

7. Que com isso se pretende dizer que esse equipamento não é, do ponto de vista da aeronave, imprescindível para o transporte de mercadorias e que se embarca também carga solta, o que não ocorre num navio porta-container, que depende exclusivamente dessa unidade de transporte?

8. Que isso é porque o navio tem porão e pode-se acomodar nele essas unidades e/ou as cargas soltas?

9. Que os containers marítimos têm poucas padronizações, as unidades utilizadas regularmente são as de 20 (vinte pés) e 40 (quarenta pés), os navios são padronizados para esses tamanhos, e que se o equipamento for de outra padronização, por exemplo, 45 (quarenta e cinco pés), ele será transportado acima de todos, na última camada da pilha?

10. Que o aéreo, ao contrário, tem mais medidas disponíveis, portanto as unidades são mais diversificadas?

11. Que os marítimos comportam muito mais carga, podendo atingir até 32 toneladas métricas, o que ocorre com os dry Box de 40 pés, enquanto os de 20 podem transportar até 28,2 toneladas métricas?

12. Que os aéreos têm capacidades bem menores, de até cerca de seis toneladas, e que isso ocorre em razão de os navios serem muito grandes, enquanto as aeronaves têm tamanhos bem menores?

13. Mas que os containers marítimos são passíveis de transporte em aviões, o que ocorre, por exemplo, com o Boeing 747, em especial as aeronaves Antonov AN124-100, que tem capacidade para transporte de até 140 toneladas, e Antonov AN225-MRIA, com capacidade para até 250 toneladas? (SK)

Contato

Av. Nove de Julho, 4364 - Jardim Paulista • São Paulo • Brasil • CEP 01406-100

Telefone: +55 11 5105-1500

E-mail: cotacao@cobraclog.com.br